O QUE É HD-CVI, HD-TVI E AHD – ENTENDA AS DIFERENÇAS E COMO FUNCIONA

julho 28th, 2015 admin Posted in Câmera em alta definição, Câmeras Infravermelho, HD-CVI e HD-TVI, Sensores CCD e CMOS Comentários desativados em O QUE É HD-CVI, HD-TVI E AHD – ENTENDA AS DIFERENÇAS E COMO FUNCIONA

O QUE É HD-CVI, HD-TVI E AHD – ENTENDA AS DIFERENÇAS E COMO FUNCIONA

http://www.cftvclube.com.br
https://www.facebook.com/cftvclube

Assista esse vídeo e entenda como funcionam essas tecnologias. Descubra quais as principais diferenças e qual a compatibilidade entre elas.

Conteúdo do vídeo em texto (da forma como foi dito):

O QUE É HD-CVI, HD-TVI E AHD – ENTENDA AS DIFERENÇAS E COMO FUNCIONA
Fala pessoal, sejam bem vindos ao CFTV Clube, eu sou o Everton, e eu preparei mais um vídeo super interessante para vocês, nesse vídeo, eu vou falar sobre tecnologia HD, vou falar sobre AHD, vou falar sobre HD-TVI e vou falar sobre HD-CVI. Eu andei lendo um pouco a respeito disso, andei pesquisando as diferenças técnicas entre os três, as três tecnologias que agora estão em evidência, e acredito que, essa tecnologia nova em HD, ela vai assumir um mercado extenso, assim como o D1 ficou por muito tempo sendo como o melhor e tal, eu creio que a tecnologia HD, ela vai ficar agora um tempão até que saia uma nova tecnologia, aliás, já existe, mas um novo mercado, um novo foco para o mercado aqui da América latina.

Não sei se vocês sabem, até abrindo um parênteses nesse assunto, os DVRs D1 CIF, me parece, se eu estiver enganado alguém me corrigir aqui, que eles só são fabricados para a gente aqui na América do sul, na América latina. Nem um outro lugar no mundo consome mais DVR D1 e CIF, apenas a gente aqui, e eles são, assim, a maior parte dos sistemas de CFTV do Brasil, seguem esse padrãozinho, D1, CIF. A gente tem o hábito, assim, de se basear muito por São Paulo né, que é a capital tecnológica aqui do Brasil, mas tem lugares no nosso país, regiões mais afastadas que ainda consomem muito DVR CIF, D1. Mas voltando aqui ao foco principal deste vídeo, vou falar um pouco sobre as três tá? Tem gente que confunde, se da certo um, se não da, como funciona, enfim, tem dúvidas no geral.

Então para começar, eu vou falar de aspecto de funcionamento geral, por exemplo, eu preciso ter uma estrutura especial para, rodar algum tipo de equipamento HD, seja um dos três HD-TVI, CVI e AHD? Não, você vai continuar usando os mesmos cabos coaxiais, se você usa cabo ITP, você vai continuar usando cabo ITP, a única diferença que vai mudar num projeto comum, ou que a gente já utiliza, são as câmeras e os DVRs, tá? Se você colocar um DVR HD, para que você tenha imagens HD, você vai precisar colocar câmeras compatíveis, em HD com esse DVR. Uma outra questão, se as tecnologias são compatíveis entre sí, por exemplo, se eu tenho uma câmera HD-CVI e ligar em um DVR AHD, se vai funcionar ou vice e versa.

Não, não vai funcionar, esse tipo de tecnologia, eles mudaram ali um pouco da sistemática ali do funcionamento, vamos fazer uma comparaçãozinha grosseira com câmeras IPs, A Câmera IP, a imagem vem processada e tal, vem em um pacote, e o DVR precisa estar no mesmo protocolo da câmera e tal. Agora com essas tecnologias ficou mais ou menos assim, Se você colocar um sistema HD-CVI, um DVR HD-CVI, as câmeras também vão ter que ser HD-CVI, não da para se fazer uma mescla entre as tecnologias. Uma outra dúvida muito comum, o HD-CVI é melhor que o TVI que é melhor que o AHD, ou o AHD é melhor? Não, todos eles rodam em 720p. Se a gente for falar um pouco mais teoricamente sobre isso daí, o HD-CVI, que é a Intelbras que vende no Brasil, ele é fabricado pela Dahua, e somente pela Dahua, é uma empresa que fica na China se eu não me engano. De modo que essa arquitetura, é uma arquitetura proprietária, é uma arquitetura fechada, somente a Dahua tem condições de fabricar HD-CVI, tecnologia HD-CVI.

Enquanto que, o HD-TVI, ele é fabricado por alguns grandes fabricantes lá de fora, se eu não estou enganado é a Hikvision, a TVT digital, Smart View, eu não vou lembrar todos agora, e não sei se são mais do que esses também, enfim. Mas ao contrário do HD-CVI que é próprio da Dahua, o HD-TVI, ele é uma arquitetura aberta, de modo que alguns fabricantes tem condições de fabrica-lo livremente. Os especialistas dizem que o HD-TVI, que é esse que você encontra no Tecvoz, no JFL, no VMI, no CS se eu não me engano e deve ter mais alguns aí, dizem os especialistas que o HD-TVI é melhor do que o HD-CVI, dizem que é mais estável, de modo que quando eles aumentarem a resolução, já existe um projeto para 1080p, ele vai ser mais estável e mais funcional do que o HD-CVI que ainda está em desenvolvimento.

Um outro fator muito importante é precificação, a medida que o tempo passa a tendência é o preço baixar, segundo o que eu li, o HD-CVI, tende a não baixar com tanta facilidade do que HD-TVI. E com relação ao AHD, que é uma arquitetura aberta também, ele é fabricado por uma empresa que chama-se, é uma empresa Coreana se eu não me engano, chama-se Nextchip, e essa empresa fabrica esse AHD, que quem vende aqui é a Giga, Luxvision, acho que a Greatek também, não tenho certeza, a Alive também, alguma coisa do tipo, é uma arquitetura também. Mas, também, segundo o que eu pesquisei, eles tem uma dificuldade eum subir a resolução da câmera e do DVR.

Mas resumindo, segundo o que a gente tem hoje, todos eles são iguais, e a média de preços também é meio parecida. A tecnogia é boa, a tendência agora é que os valores baixem, os DVRs já estão bem assim, acessíveis, e a tendência é que isso baixe de preço, e já comece a ficar no padrão que a gente ja tem hoje, e a comercialização fique mais comum, e a gente venha a encontrar mais sistemas em HD. Então fazendo um resumo geral AHD é AHD, existem também, se eu não estou enganado, empresas que já conseguiram fazer o AHD ser compatível com o HD-TVI que é uma arquitetura aberta, mas o AHD é AHD mesmo, HD-TVI roda com câmeras TVI 720p todos eles, CVI CVI, é fabricado pela Dahua, só a Intelbras vende tá?

Eu tinha pensado em fazer uma comparaçãozinha meio grosseira, eu gosto de comparar as coisinhas grosseiras, por exemplo, Iphone, arquitetura própria, aparelho próprio, software próprio, preço mais alto. Android, arquitetura aberta, software de código aberto e composição, hardware também é livre né, cada fabricante tem o seu, tem o seu Android e Personaliza para o seu equipamento. Então seria Iphone, seria como se fosse HD-CVI e Android como se fosse o HD-TVI tá? Mais isso não significa que um seja melhor que o outro, enfim, é mais uma comparação para ilustrar a ideia.

E concluindo pessoal, me parece que eles estão já desenvolvendo, há muitos anos inclusive, é uma tecnologia que chama-se HD-SDI, dizem que essa tecnologia, ela é tão boa, tão boa, que ela se confunde com uma imagem da televisão mesmo, por exemplo, me parece que a a qualidade é tão alta que você consegue assistir como se fosse um canal de televisão, a Globo, um canal de TV fechada, de tão bom que é. Mas como tudo no Brasil é caro, é demorado, isso daí ainda é só uma especulação, pode demorar muito tempo.

Então é isso aí pessoal, espero que tenha sido um vídeo esclarecedor, às vezes a gente começa a falar aqui e não tem roteiro, acaba se embananando um pouco, confundindo as ideias, se ficou alguma duvida e eu puder ajudar comenta aqui no vídeo, se inscreva no nosso canal, eu deixei esse DVR aqui atrás propositalmente, eu vou fazer um vídeo sobre ele, vou falar sobre HD. Então se inscreva no nosso canal, a gente posta várias dicas semanalmente e é isso aí, valeu pessoal e até o próximo vídeo.

AddThis Social Bookmark Button

CFTV – Câmera com sensor Sony Effio, CMOS e CCD – Entenda como funciona!

fevereiro 11th, 2015 admin Posted in Sensores CCD e CMOS Comentários desativados em CFTV – Câmera com sensor Sony Effio, CMOS e CCD – Entenda como funciona!

Neste vídeo eu falo sobre as diferenças entre cada um e expresso a minha opinião sobre cada um deles.

Para comprar nossos produtos acesse:

http://cftvclube.com.br/

 

Conteúdo do vídeo em texto (da forma como foi dito):

CFTV – Câmera com sensor Sony Effio, CMOS e CCD – Entenda como funciona!

Fala meus amigos, aqui quem fala é o Everton, e eu preparei um vídeo pra vocês aí pra falar um pouco sobre sensor de imagem de câmeras, tá? Vou falar um pouco sobre o sensor CCD, sensor CMOS, e vou tentar ser bem breve ai pra não esticar muito. E aí se passar alguma coisa e acabar não esclarecendo legal, vocês perguntem aí que eu vou responder. Aqui eu tenho duas câmeras, câmeras infra-vermelho né, que cada uma delas tem um sensor diferente. Essa tem um sensor CCD, e essa daqui tem um sensor CMOS. Daí eu vou começar falando de uma e outra, e vamos lá.

Essa aqui, é uma câmera sensor CCD Sony, ela tem, se eu não estiver enganado, ela tem 26 led’s, 24 ou 26 led’s, e ela é uma câmera infra-vermelho. O sensor CCD Sony, tem muita gente que ainda preza por usar o sensor CCD. “Ah eu prefiro CCD”, “eu sempre trabalhei com CCD”, “Eu gosto do CCD”. Mas aqui na nossa região, aqui em São Paulo, a gente quase não vê mais câmeras CCD. A gente vê muita câmera digital, com o sensor CMOS né, ou então tem gente que nem comenta isso daí mais. Fala “Ah, essa câmera aqui tem 800 linhas né”, e na visão de quem ta comprando quanto mais melhor né, mesmo ele não sabendo o que é cada um, como que funciona. Na minha opinião, eu já trabalho com câmeras à alguns anos, eu acho até que demorou pro sensor CCD sair fora. Porque assim, ele tem muito poucas vantagens né, apesar de o sensor CCD carregar o nome de grandes fabricantes né, Sony, Sharp, LG , Mintron, que acho que era uma das únicas coisas que ajudavam né, na propaganda dele, ele tinha poucas vantagens.

Na minha opinião a unica vantagem que o sensor CCD tinha, era justamente a função Day & Night, não sei se da para ver legal aí ó, essa câmera aqui tem a função Day & Night, apesar de ser infra-vermelho. O que é esse Day & Night? Day & Night foi um marketing criado para explicar que a câmera é tão boa de dia quanto a noite, ela faz bem o trabalho de gravação diária, diurna e noturna. Mas era muito comum isso nas mini câmeras né, a mini câmera, acho que eu tenho uma aqui ó, a mini câmera, se ela tivesse essa função Day & Night ela era muito boa né, porque como ela não tinha o canhão, ela registrava bem a imagem a noite né, se tivesse um pouquinho de luz, iluminação, ela ia registrar bem. Então, esse Day & Night o que ele fazia? Conforme a iluminação ia acabando e ia ascendendo as lampadas né, a iluminação artificial, a câmera ainda conseguia registrar a imagem com boa qualidade, as vezes até com cor.

E as câmeras que não tinham o Day & Night, porque tinham muitas câmeras que eram color, “Ah, essa câmera aqui ela não é Day & Night, ela é color”, ela não conseguia fazer esse papel. Se a gente for comparar com a nossa visão, é o que acontece com a gente, a gente ascende uma luz, a gente consegue enxergar, o olho da gente ele se adapta né, às condições de luminosidade, e a gente consegue ver. Se estiver escuro total ou quase nenhuma luminosidade a gente não vai conseguir ver nada. E na minhã opinião, era a unica vantagem que o sensor CCD tinha, em relação aos sensores atuais. E de desvantagens, o que eu considero como desvantagens? O sensor CCD ele era muito pirateado né, principalmente o Sony.

Por ser Sony, ser uma marca conhecida, o pessoal fala “Ah, Sony nossa que legal” tal, eles pirateavam muito. Às vezes você comprava uma câmera que estava escrito lá sensor Sony, essa daqui não ta escrito nada, mas às vezes você comprava uma câmera lá que estava escrito sensor Sony, e não era Sony, era Sharp, LG ou era um outro falso qualquer. A gente costumava falar aqui que era sensor “Sônia”, por que você pegava 10 câmeras da mesma marca, e cada uma dava um resultado de imagem diferente, às vezes a qualidade né, a composição do sensor.

Um outro problema também que eu considero grave, que o sensor CCD tem é o problema com cores né, ele distorce muito as cores, e isso até no Sony né, às vezes você pega uma câmera que é vermelha, uma câmera que ta filmando uma imagem que tem uma roupa vermelha, o vermelho está laranja né, o preto está cinza, enfim, às vezes ele distorce, e não é regra, ás vezes o vermelho fica roxo né.

Esses dias eu estava assistindo uma reportagem na TV, de um cara que assaltou um supermercado e tal, e na imagem que o cara mostrou ele estava com uma blusa verde. Quando acharam o cara e prenderam, e tinha um número nove atrás na blusa, quando prenderam o cara e mostraram a blusa, a blusa era preta, então se a gente fosse procurar o cara pela cor da roupa, não ia achar né, uma blusa verde e a blusa do cara era preta, ou seja, uma falha do sensor CCD.

E o terceiro principal problema do sensor CCD, que não conseguiram resolver, pelo menos até o momento né, era a quantidade de linhas né. Ele não conseguia ultrapassar lá 500 linhas né, apesar de ter gente que fala que sensor CCD com um milhão de linhas não tinha né, na época. Ele tinha lá 380, 420, 480 e 540 linhas né, e é isso aí, o sensor CCD. E aí conforme ele foi ficando obsoleto né, o nosso segmento de segurança eletrônica, ele deriva muita tecnologia das câmeras convencionais né, de foto e filme, e o nosso produto ele vem baseado nessa tecnologia, e atualmente os grandes fabricantes de celulares né, inclusive samsung, apple e tal, utilizam o sensor CMOS, e é dele que eu vou falar um pouco agora.

O sensor CMOS, o que aconteceu? Ele já existiu na nossa área né, há muitos anos. A Kodo tinha algumas, que era uma das grandes marcar de câmera né, segurança e monitoramento, só que ele tinha problemas né, ele estragava fácil, ele tinha problema com cores, enfim, como todo produto antigo né. Se a gente for comparar os nossos celulares atuais, com os celulares de 5 anos atrás, você vai ver que não tem nem comparação. E agora os nossos aparelhos, câmeras fotográficas, Canon, e tal, elas utilizam todas sensor CMOS, justamente porque, ele fico afastado um tempo do nosso segmento, o sensor CCD alimentou aí, a nossa carência aí, e agora ele voltou, reformulado né, outras tecnologias.

Inclusive a câmera que eu estou filmando é de um celular com sensor CMOS. E quais as vantagens do sensor CMOS? nesse caso aqui é uma câmera Bullet, ela tem 700 linhas, ou seja, ela já tem mais linhas do que o maior sensor CCD convencional. Ela é infra-vermelho, essa aqui tem 24 led’s e ela tem uma função que chama-se IR cut, IR cut é uma função do canhão infra vermelho que eu vou falar depois. O sensor CMOS, o atual né, ele é muito bom de cores, ele tem inclusive um realce de cores, as vezes a imagem está meio apagada ele realça a cor. ele é bom de definição, existem câmeras com sensor CMOS, as que eu já vi de monitoramento, com até 26 mega pixels né, ou seja, é muita resolução , é uma câmera IP, é uma câmera analógica como essa aqui, mas câmera analógica você encontra até com 1000 linhas, sensor CMOS, tem um pessoal que gosta de chamar de sensor digital né, justamente pelo que eu falei, tem um pessoal que é mais antigo ai, e tem uma certa resistência em relação ao sensor CMOS.

Ele é muito bom de cores e resolução, ele não tem aquela função Day & Night e em virtude disso a imagem de dia dele é excelente, a unica preocupação de uma câmera CMOS é filmar de dia, porque com o canhão infra-vermelho, você resolve o problema da imagem noturna. Ele tem uma outra vantagem também que é essa questão de marca né, pirataria, não tem, porque não tem sensor CMOS Sony, sensor CMOS Sharp, não tem isso aí, é sensor digital CMOS e pronto.

A função IR cut que as câmeras tem, as de infra-vermelho tem, ela serve para, assim, ajudar o led né, conforme os leds ascendem, e acabou a luminosidade eles vão ascender, o IR cut vai entrar em funcionamento e vai auxiliar o desempenho do canhão ai, e a gente vai ter uma bela de uma imagem noturna, talvez no próximo vídeo eu possa fazer um exemplo das duas imagens aí. E para nós foi bom porque barateou, a tecnologia evoluiu, tem muita linha, o preço está mais em conta e a qualidade do resultado que é o que a gente precisa, registrar a nossa segurança né, registrar as imagens com boa qualidade.

Então acho que é isso, eu não vou me esticar muito né, para falar dos dois, porque a ideia aqui não é falar das especificações técnicas, como é que cada um faz o seu trabalho aí de captação da imagem, converte a luminosidade lá e tal. Talvez a gente possa até falar depois, mas no momento o que tem pra falar é isso. Câmera CMOS são melhores do que CCD na minha opinião. Ah e deixa eu falar outra coisa também, atualmente tem um pessoal trabalhando com um sensor chamado Sony Effio né, que ele promete resolução de até 960 linhas, eu ainda não liguei só vi os marketing né, os vídeos que eles estão disponibilizando aí, e parece que é muito bom, mas o preço ainda não está legal, então até que isso se ajuste a gente pode trabalhar com o sensor digital CMOS tranquilamente.

Então é isso pessoal espero ter esclarecido aí, eu passei a minha opinião, as minhas experiências com esses produtos né, e é legal que vocês formem as próprias opiniões né, eu sempre falo isso nos meus posts, as opiniões fundamentadas nas suas próprias experiências né, porque gosto é gosto né. Eu gosto mais do sensor digital CMOS, tem gente que ainda gosta do sensor CCD, então espero que em um futuro próximo aí exista um linear e que essa briga entre os sensores só acrescenta aí pra gente. Valeu então e é isso ai se você tiver alguma duvida, não esclareceu legal, pergunta aí que eu vou responder, obrigado pessoal e até o próximo vídeo.

AddThis Social Bookmark Button